Off-road: Ford Ranger V6 de polícia surge com pegada radical

0
213

A Ford Ranger tem revolucionado o mercado de picapes médias com sua nova geração, elevando a versatilidade de aplicações com a introdução da impressionante versão 3.0 V6 XLS. Equipada com o motor mais potente da categoria, gerando incríveis 61 kgfm de torque, a Ranger é a escolha perfeita para tarefas que exigem resistência e desempenho, combinados a um nível de acabamento funcional e elegante.

Um exemplo notável de sua aplicação é a Nova Ranger XLS 3.0 V6 4WD personalizada para forças militares, exibida no COP Internacional – o maior evento de segurança pública da América Latina, realizado de 25 a 27 de outubro no São Paulo Expo. Preparada pela Flash Engenharia, uma empresa especializada na transformação de veículos para os setores de segurança, saúde e logística, essa Ranger representa uma ferramenta de ponta que qualquer força militar desejaria incluir em sua frota.

Ford Ranger V6 de Polícia / Foto: Ford
Ford Ranger V6 de Polícia / Foto: Ford

Do ponto de vista externo, as modificações na picape são notáveis, incluindo um para-choque de impulsão com guincho integrado e sinalização em LED, além de luzes 360° com comando remoto. Além disso, a picape é blindada com um material 30% mais leve e possui uma suspensão reforçada, garantindo ainda mais segurança e durabilidade. O interior oferece espaço para três policiais, em bancos individuais, juntamente com um canil climatizado com um umidificador dedicado.

Ford Ranger V6 com compartimento de carga

Em vez da tradicional caçamba, a Ranger adaptada oferece um compartimento de carga com uma cela humanizada e espaço generoso para armazenar armas longas e equipamentos. Além disso, é equipada com um avançado sistema de reconhecimento facial e de placas. Os bancos são revestidos com um material resistente e de fácil limpeza, garantindo durabilidade e praticidade.

Ford Ranger V6 de Polícia / Foto: Ford
Ford Ranger V6 de Polícia / Foto: Ford

A Ford Pro, a divisão de veículos comerciais da marca, dispõe de uma equipe de engenheiros dedicados que colaboram com empresas especializadas na customização de veículos, visando atender às necessidades específicas dos clientes. Eles oferecem uma estrutura completa de testes, suporte e treinamento, garantindo que os projetos atendam aos mais altos padrões de qualidade.

A Nova Ranger 3.0 V6 XLS está equipada com uma transmissão automática de 10 velocidades e tração 4WD, que inclui o exclusivo modo automático de tração nas quatro rodas sob demanda. Ela foi construída sobre um chassi 30% mais resistente a torções, sendo a única do segmento a apresentar amortecedores posicionados externamente à longarina, proporcionando a melhor dinâmica veicular da categoria.

Capacidades off-road não faltam

Em relação às capacidades off-road, a Ranger não deixa a desejar, com diferencial traseiro blocante, a maior capacidade de imersão do segmento (800 mm), ângulo de ataque de 30°, ângulo de saída de 26°, ângulo de transposição de rampa de 22° e ainda conta com protetores inferiores de aço e ganchos de reboque dianteiros e traseiros. Além da versão 3.0 V6 XLS, a Nova Ranger também está disponível na versão XL, com um novo motor 2.0 Turbodiesel de 170 cv, transmissão manual e tração 4×4, projetada especialmente para atender às necessidades de frotistas.

Ford Ranger V6 de Polícia / Foto: Ford
Ford Ranger V6 de Polícia / Foto: Ford

A Ford Ranger, em sua nova geração, continua a se destacar como uma picape versátil, resistente e repleta de recursos avançados, sendo uma opção sob medida para uma ampla gama de aplicações, desde as operações militares até as necessidades das empresas e frotas comerciais.

Ford Ranger – 30 anos no mercado nacional

A Ford Ranger teve uma trajetória interessante no Brasil desde sua introdução no mercado nacional. A primeira geração da Ranger chegou ao país em 1994, com o objetivo de competir no segmento de picapes médias. Inicialmente, a Ranger era importada dos Estados Unidos, mas em 1996 a Ford começou a produzi-la localmente na fábrica de São Bernardo do Campo.

Nos anos seguintes, a Ranger passou por diversas atualizações de design e mecânica para se manter competitiva no mercado brasileiro. Em 2003, a segunda geração foi lançada, seguida pela terceira em 2012, que trouxe melhorias significativas em termos de tecnologia e eficiência.

A Ranger conquistou uma boa parcela do mercado de picapes no Brasil, competindo com modelos como a Chevrolet S10 e a Toyota Hilux. Ela ganhou popularidade tanto entre consumidores particulares como em frotas comerciais, devido à sua capacidade de carga e confiabilidade.

A quarta geração da Ranger foi lançada em 2019, com um design mais moderno e tecnologias avançadas, incluindo motores mais eficientes. A Ranger também ganhou versões com apelo off-road, atendendo às demandas de um público que busca aventuras fora do asfalto.

Já em sua 5ª geração, que acabou de ser lançada agora em 2023, a nova Ford Ranger fez sua estréia nas versões de topo, XLT e LTD, com motor V6 turbodiesel de 250 cv e câmbio automático de 10 marchas, o carro tem arrancado muitos elogios e logo se tornou um tremendo sucesso no mercado nacional.

A pickup da Ford passou por várias evoluções ao longo dos anos no Brasil, mantendo-se como uma opção sólida no mercado de picapes médias, apelando tanto para consumidores individuais quanto para o segmento comercial. Ela continua a ser uma escolha popular no mercado automobilístico brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui