Carros antigos bons e baratos que são colecionáveis

0
60

Você tem alguma dúvida de que o fascinante mundo dos carros antigos atrai muita gente? Diariamente, um número crescente de pessoas anseia por ter um clássico na garagem, seja um jovem entusiasta recém-habilitado ou alguém que, finalmente, tomou a coragem de ingressar no universo dos veículos antigos. Mais cedo ou mais tarde, a ideia de possuir um carro antigo lhe acometerá.

Infelizmente, no Brasil, a cultura do antigomobilismo ainda é relativamente dispendiosa e carece do mesmo nível de divulgação visto em outros países. No entanto, isso não deve dissuadi-lo de considerar a coleção de um automóvel clássico. Mesmo que seu orçamento não seja suficiente para adquirir modelos de alto valor, apresentamos 5 opções de carros antigos acessíveis que valem a pena colecionar:

Volkswagen Fusca

Volkswagen Fusca
Volkswagen Fusca

O Fusca é uma escolha quase óbvia e ideal para ser seu primeiro carro antigo. Como o veículo mais vendido do Brasil durante muitos anos, há uma grande quantidade de exemplares disponíveis para compra. Os preços variam de R$7 a R$15 mil, o que o torna acessível em comparação a outros modelos menos populares. Por esse valor, é relativamente fácil encontrar um Fusca em bom estado, com poucos reparos necessários na funilaria, mecânica e tapeçaria. Além disso, a manutenção é geralmente simples, uma vez que é possível encontrar peças de reposição de boa qualidade a preços acessíveis, com exceção de algumas peças fora de produção ou originais. A mecânica refrigerada a ar é uma vantagem, uma vez que é um sistema extremamente simples e de baixo custo. No entanto, se você preferir um carro “pronto para rodar”, esteja disposto a investir um pouco mais, com preços na faixa de R$15 a R$30 mil, o que pode ser uma alternativa conveniente se você não deseja passar pelo processo de restauração, muitas vezes, mais oneroso.

Chevrolet Chevette

Chevrolet Chevette / Foto reprodução
Chevrolet Chevette / Foto reprodução

O Chevette foi um grande sucesso de vendas no Brasil, fabricado por 20 anos e concebido como uma solução para a crise do petróleo, oferecendo um veículo pequeno e econômico. O Chevette segue a mesma linha do Fusca em termos de economia e facilidade de manutenção, o que é extremamente benéfico para iniciantes no mundo dos carros antigos. Os preços médios dos exemplares à venda variam de R$7 a R$17 mil, dependendo da sua capacidade financeira e da necessidade de restauração do veículo. Um ponto notável desse modelo é a variedade de versões, incluindo o hatch, o esportivo GP, a Pick-up Chevy 500 e a perua Marajó, atendendo a diferentes preferências.

Ford Escort

Ford Escort / Foto reprodução
Ford Escort / Foto reprodução

O sucessor do Corcel é outra excelente opção para seu primeiro carro antigo. Produzido por 20 anos no Brasil, o Ford Escort possui três gerações com pequenas modificações em cada uma, resultando em uma ampla variedade de modelos. É possível observar as variações ano a ano, incluindo alterações estéticas e de motorização, principalmente durante a época da Autolatina. O Escort é conhecido por seu conforto, com muitos modelos oferecendo opcionais como ar condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, e até mesmo teto solar. A manutenção também não é complicada, embora algumas peças de acabamento possam ser um desafio para encontrar. No entanto, ainda é relativamente fácil encontrar exemplares em boas condições com preços variando de R$8 a R$25 mil.

Fiat 147

Fiat 147 / Foto reprodução
Fiat 147 / Foto reprodução

O querido “caixotinho” da Fiat é outra opção atraente para ser seu primeiro carro antigo. Foi o primeiro modelo da fabricante italiana a chegar ao Brasil, apresentando um design compacto e econômico, mantendo um toque esportivo, de acordo com algumas propagandas da época. Similar ao Chevette, o Fiat 147 oferece diversas variações, como o sedan Oggi, a perua Panorama, a Pick-up 147 e o modelo mais luxuoso 147 Europa. Embora a manutenção não seja particularmente complexa, pode ser desafiador encontrar algumas peças e informações sobre o modelo. No entanto, o apelo reside no valor de mercado, que geralmente é mais acessível em comparação com seus concorrentes, com preços variando de R$5 a R$15 mil. Mesmo sendo pequeno, o “caixotinho” promete proporcionar muita diversão ao proprietário.

Ford Corcel

Ford Corcel / Foto reprodução/Pastore
Ford Corcel / Foto reprodução/Pastore

O Corcel foi produzido pela Ford no Brasil de 1968 a 1986, e recebeu o título de “Carro do Ano” pela revista Autoesporte em 1969, 1973 e 1979. Quando a Ford adquiriu o controle acionário da Willys Overland do Brasil em 1967, esta última estava colaborando em um projeto com a Renault, que resultou no Renault 12 na França e, com uma carroceria diferente, no Corcel no Brasil. Inicialmente lançado como um sedã de 4 portas e posteriormente como um cupê em 1969, o Corcel foi muito bem recebido quando estreou em 1968. Se você estiver pensando em iniciar uma coleção, ainda é possível adquirir um Corcel em boas condições a preços bastante acessíveis nos dias atuais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui